DICAS DE VIAGEM A RECIFE

DICAS DE VIAGEM A RECIFE, OLINDA & Porto de Galinhas !!

No Recife a praia é um (ótimo) complemento a tudo o mais que a cidade oferece. A saber: dois centros históricos (o Recife Antigo e a vizinha Olinda), vida cultural intensa, gastronomia de qualidade.

Boa Viagem, o bairro praiano onde está a maioria dos hotéis, é tão auto-suficiente que até o aeroporto fica por lá. Se o trânsito estiver livre e o check-in do seu hotel for eficiente, ao desembarcar você estará a vinte minutos da sua primeira caminhada pelo calçadão.

Mas aproveite para se aventurar longe da praia: na Zona Norte, o bairro de Casa Forte — e seu núcleo mais antigo, o Poço da Panela — revela um Recife charmoso e desconhecido dos turistas.

A Praia de Maria Farinha, a cerca de 30km do Recife, tem águas claras e calmas, bastante utilizadas para praticar esportes. Ela pertence à Paulista e fica numa área onde há água salgada e doce – no mesmo local está o Rio Timbó.

É uma praia com visual bonito e bastante conhecida em Pernambuco.

A Praia de Piedade é uma continuação da Praia de Boa Viagem e fica na cidade de Jaboatão dos Guararapes, vizinha da capital pernambucana e parte da região metropolitana.

A praia mantém a coloração esverdeada típica dessa região, tem piscinas naturais e não é tão movimentada…

A Praia do Pina é uma praia popular do Recife, com longa faixa de areia, coqueiros na orla e mar verdinho, típico da região. É um lugar bastante frequentado por moradores da cidade, com quiosques e barracas, mas pode deixar a desejar em relação à segurança.

A grande maioria dos pontos turísticos de Recife e Olinda não cobra preços exagerados, apenas simbólicos. Essa é uma das boas vantagens de uma viagem à cidade.

Para tirar uma fotografia tradicional do Recife, vá até a Rua do Sol, em Santo Antônio, e tire uma foto com dos casarões coloridos do outro lado do Rio Capibaribe.

Recife Antigo tem duas novas atrações: o Cais do Sertão, que homenageia Luiz Gonzaga, e o Paço do Frevo, um museu do carnaval pernambucano. Visite também a primeira sinagoga das Américas e o observatório da Torre Malakoff. Pegue o barquinho para ir até o Parque de Esculturas de Francisco Brennand, plantado no recife que deu nome à cidade. Almoce na Casa de Banhos (que também está localizada no recife) ou no Bistrô & Boteco, anexo ao Cais do Sertão. Um desfecho para um dia no centro histórico pode ser o passeio de catamarã pelo Capibaribe, que sai dali na praça do Marco Zero.

Olinda é melhor visitada com sol baixo; chegue para almoçar tipo às 13h30 (no Beijupirá, na Oficina do Sabor ou no Patuá) e faça a digestão no sobe-desce-ladeira.

Entre 3a.e 6a., vá ao bairro da Várzea visitar o museu-ateliê de Francisco Brennand (abre de 2a. a 6a.) e o a coleção de arte e armas do Instituto Ricardo Brennand (abre de 3a. a domingo). O tour pode continuar pela Fundação Gilberto Freyre e pelo bairro do Poço da Panela. Eu conto como fazer neste post.

A ilha de Itamaracá, 70 km ao norte, rende um passeio de um dia inteiro, com visita ao Forte Orange, praia na ilhota da Coroa do Avião e uma passada no Projeto Peixe-Boi. No caminho faça um desvio para ver o centro histórico de Igarassu.

Se você quer fazer um bate-volta do Recife a Porto de Galinhas, consulte a tábua das marés; é na maré baixa que aparecem as piscinas naturais e a praia fica boa para entrar n’água.

Porto de Galinhas é um dos melhores destinos de praia do Brasil. Suas fotos, caracterizadas pelas águas verdes entre piscinas naturais, saltam aos olhos e arrancam exclamações dos mais céticos.

O distrito pertence ao município de Ipojuca, em Pernambuco, e tem a facilidade de estar a apenas60km do Aeroporto Internacional do Recife. A praticidade de chegar é a mesma que se tem ao entrar no mar e não ter mais vontade de deixá-lo. As águas mornas, agradáveis em todo o ano, convidam para um mergulho e têm potencial para conquistar pessoas de todas as idades.

A Praia da Vila, ou Porto de Galinhas, é um dos hits da região e ponto de partida dos jangadeiros, que levam até as piscinas naturais onde os peixinhos estão. Nas piscinas a beleza da natureza fala alto e faz entender por que Porto é esse sucesso todo.

Na Praia de Muro Alto, outro local importante para incluir no roteiro, é a calmaria que impressiona. A praia parece uma lagoa e quem mergulha em suas águas corre sério risco de não querer voltar para casa. Porto tem praias diferentes, com elementos distintos, porém uma beleza singular.

Porto de Galinhas vive duas realidades: umados resorts glamurosos e outra das pousadas. A localização, contudo, não interfere na diversão e no visual – para onde quer que se olhe a paisagem é de tirar o fôlego.

Para além do mar, o lugar oferece passeios variados, lojinhas ótimas para comprar artesanato, um povo acolhedor e a culinária arretada típica do estado. Nos cardápios, com opções para todos os gostos, valorizam-se a proximidade com o mar e os sabores do sertão. Difícil não agradar!